SECAMI participa da quarta edição do Ranking do Programa de Compliance Público de Goiás

Regras para 2022 foram apresentadas em reunião com representantes de pastas.  Neste ano, iniciativa contará com 45 órgãos e entidades do Poder Executivo goiano. Meta é proteger administração e, em especial, gestão do recurso público

 

 

A Secretaria de Estado da Casa Militar (Secami) participará da edição 2022 do Ranking do Programa de Compliance Público de Goiás (PCP). As regras para premiação foram apresentadas ao órgão na última quinta-feira (17/02), em reunião com representantes dos Escritórios de Compliance da Secami, Secretaria de Estado de Saúde (SES), Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), Secretaria-Geral da Governadoria (SGG), e Secretaria da Retomada. 

Responsável pelo Escritório de Compliance da Secami, Cap QOPM Weslei Ferreira Teixeira Santos e o responsável pela Comunicação Setorial Fábio Alves Augusto da Rocha afirmaram que a pasta "planeja atender a todos os pré-requisitos para obter boas pontuações".

Alessandra Scartezini, da SES, foi a responsável por apresentar os requisitos da certificação. Para que os órgãos alcancem uma boa posição em 2022, eles terão que: certificar um número específico de servidores, de acordo com o grupo em que ele se encontra; fazer dez divulgações dos eixos do PCP em seus canais de comunicação até 30 de junho; enviar, até 31 de maio, três boas práticas alcançadas com a gestão de riscos para a Controladoria-Geral do Estado; e enviar relatórios de efetividade de gestão dos projetos governamentais para a SGG. A premiação dos órgãos que mais se destacaram no PCP ocorrerá em agosto.

A portaria nº 22/2022, que contém as regras do ranking neste ano, foi publicada pela CGE no Diário Oficial em 16 de fevereiro. Implantado em 2019 pelo governador Ronaldo Caiado, o PCP é um sistema de proteção para a administração e, em especial, para a gestão do recurso público, com o objetivo de garantir que esse dinheiro seja bem aplicado e traga benefícios para o cidadão goiano. 

O PCP tem entre seus objetivos centrais o fomento à disseminação de padrões éticos, a melhoria da governança e da prestação dos serviços públicos e de entregas à sociedade. Este ano, o ranking contará com a participação de 45 órgãos e entidades do Poder Executivo goiano.

Comunicação Setorial - Governo de Goiás

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.